post

Como ficam as torcidas organizadas no futebol carioca

Torcida Carioca

O Campeonato Carioca chegou em sua final, e nos próximos dois finais de semana Flamengo e Fluminense entrarão em campo em busca do título carioca deste ano. O Maracanã estará repleto com as duas torcidas, fato que quase foi proibido durante esta temporada com a morte de um torcedor antes de uma partida e o pedido do Ministério Público Carioca para torcidas únicas nos clássicos na cidade do Rio de Janeiro.

A decisão de ter torcida única nos estádios do futebol carioca expôs a grande rivalidade que separa os clubes atualmente, com três estando contra essa medida e apenas um a favor. Nesta ocasião todos os presidentes se manifestaram, com o Flamengo se posicionando da seguinte maneira:

“Sou totalmente contra. Acho que isso seria uma pá de cal no futebol carioca e que não resolve o problema. As mortes vão continuar longe do estádio como quase sempre acontecem. Além disso, às vezes, acontecem conflitos entre torcidas do mesmo clube. A única solução é a punição rigorosa das pessoas físicas”.

Seguindo a mesma linha, o presidente do Fluminense também se manifestou contra a medida das torcidas únicas na ocasião:

“O Fluminense lamenta que devido a tantos episódios de violência tenha se chegado ao ponto de uma determinação de torcida única nos clássicos. O clube repudia qualquer tipo de violência e espera que essa medida não seja definitiva para que em breve possamos ter de volta a confraternização entre todas as torcidas nos estádios do Rio de Janeiro”.

Em uma situação quase inédita, o Vasco da Gama também ficou ao lado dos seus dois rivais históricos neste episódio:

“O pedido para que os clássicos cariocas tenham torcida única é absolutamente inaceitável. Esta é uma posição que contraria mais de cem anos de história e representaria a falência do futebol carioca. Os atritos que ocorrem em diferentes regiões da cidade não se resolveriam com a entrada de apenas uma torcida no estádio. Os clássicos do Rio não têm mando de campo. E como seria uma semifinal ou final em jogo único? Haveria sorteio para saber qual torcida iria?”

Indo contra todos os outros clubes, o Botafogo foi o único grande clube carioca que foi a favor da medida da torcida única:

“Apesar de considerar que no último domingo houve um ponto fora da curva, pois o Gepe sabe fazer escolta, chegada e saída de organizadas, o Botafogo é favorável a experiências no sentido de melhorar as condições de segurança do futebol. Esse tipo de experiência, de torcida única, já deu certo em outros estados”

Toda a mobilização dos clubes junto à FERJ e ao Ministério Público acabou dando resultado ainda antes da final da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca deste ano de 2017. Na sexta-feira anterior ao confronto, no dia 3 de março, o desembargador da 15ª Câmera Cível Gilberto Clóvis Farias Matos acatou o pedido da Federação Carioca para dar um efeito suspensivo contra a liminar anterior.

Vale lembrar que tanto Flamengo quanto Fluminense prometiam entrar em campo com portões fechados na grande decisão da Taça Guanabara caso a liminar não fosse derrubada, e isso ajudou na pressão junto à Federação Carioca para que a medida fosse revista.

Com isso, as duas torcidas puderam ver a final do primeiro turno na Taça Guanabara e em todos os clássicos posteriores, impedindo que o futebol carioca tenha o mesmo destino do futebol paulista onde as arquibancadas estão há mais de uma década proibidas de terem desta, além de ter torcida única também nos últimos anos quando são realizados confrontos clássicos entre as quatro maiores equipes.